26 dez, 2023

Como Operar nos Mercados Financeiros: O Guia Definitivo

Trading nos mercados financeiros: todos os detalhes do trading online
Trading nos mercados financeiros: todos os detalhes do trading online

Operar nos mercados financeiros é uma ótima oportunidade para começar uma nova carreira no mundo do “big money” e enriquecer comprando e vendendo vários tipos de ativos. Embora possa parecer difícil negociar ações, futuros, criptomoedas, Forex, opções digitais e outros instrumentos financeiros, e essa até seja uma prerrogativa de economistas e investidores profissionais, hoje em dia, qualquer pessoa pode se tornar um trader graças às tecnologias inovadoras da análise de gráficos. Se você está ansioso para dar os primeiros passos e começar a negociar ativos, continue lendo esse guia detalhado de como operar nos mercados financeiros.

Fundamentos Básicos do Trading

Vamos pelo começo. Antes de nos aprofundarmos, é uma boa ideia definir o que exatamente é o trading. Basicamente, esse é o processo de comprar e vender vários instrumentos financeiros visando lucrar com a diferença nos preços deles. Existem milhares de ativos que você pode escolher para negociar, algo que torna essa jornada ainda mais atrativa. Logo a seguir, estão os grupos de instrumentos financeiros mais populares que a maioria dos participantes do mercado usam em sua rotina diária de trading.

  • Pares de moedas Forex. O Forex, também conhecido como Foreign exchange (ou “mercado de câmbio estrangeiro”), é um mercado onde os bancos e outros grandes players fazem câmbio de moedas para realizar atividades comerciais internacionais. Antes do desenvolvimento de tecnologias mais modernas, o Forex só era disponível para várias empresas e instituições financeiras. Hoje em dia, esse mercado interbancário pode ser acessado por inúmeros participantes, incluindo traders e investidores. A ideia do Forex trading é comprar uma moeda contra outra quando ela está mais barata, e vender quando ela fica mais cara. O mercado FX fica disponível 24 horas por dia, 5 dias por semana.
  • Opções digitais. Esse é um derivativo financeiro que te permite comprar um contrato para um determinado ativo subjacente, como moedas Forex, ações, criptomoedas, etc. A ideia aqui é prever a direção do movimento de preço durante um determinado intervalo. As opções digitais são consideradas o instrumento mais fácil para os iniciantes darem os primeiros passos;
  • Ações. Esse é um dos mercados financeiros mais antigos e populares que permite comprar uma pequena parte de uma empresa. Você também pode comprar a maior parte de uma empresa adquirindo uma participação majoritária. Para os traders, o mercado de ações é uma oportunidade para comprar e vender ações e lucrar com a diferença nos preços. Para os investidores, as ações são valiosas por oferecerem dividendos; 
  • Os traders frequentemente escolhem as commodities por conta de sua volatilidade e liquidez. Elas são bens físicos, como ouro, ferro, petróleo, gás natural, entre outros.
  • Criptomoedas. Esse é um tipo relativamente novo de ativo que se baseia em uma tecnologia de ponta chamada blockchain. Existem inúmeras criptomoedas. Hoje em dia, você pode encontrar milhares desses ativos digitais para investir. As criptomoedas mais populares são Bitcoin, Litecoin, Ethereum, Doge, etc.

Como Operar nos Mercados Financeiros

Os traders podem operar na conta demo antes de passar para a conta real
Os traders podem operar na conta demo antes de passar para a conta real

Para começar a operar nos mercados financeiros, você não precisa ter acesso direto a todas essas bolsas de valores ou mercados interbancários do Forex. Hoje em dia, as corretoras financeiras disponibilizam para os traders tudo aquilo que eles precisam para negociar e analisar os preços. Logo a seguir, está um guia passo a passo de como fazer seu primeiro trade e trilhar seu próprio caminho rumo aos mercados financeiros.

Escolha uma Corretora

Escolher uma plataforma é uma das coisas mais importantes no trading. Você precisa encontrar uma empresa confiável e regulamentada que forneça todas as ferramentas de análise necessárias, vários tipos de gráficos, bônus, alavancagem e outros benefícios importantes para você começar a investir.

Teste Suas Habilidades na Conta Demo

Antes de fazer seu primeiro trade com dinheiro de verdade, seria uma boa ideia trabalhar suas habilidades na conta demo. Esse é um tipo especial de conta que te permite usar dinheiro virtual e negociar com ele por quanto tempo quiser. A conta demo é uma ótima oportunidade para se adaptar à interface da plataforma, testar suas estratégias, conhecer várias ferramentas de análise, etc. Caso você opte por negociar criptomoedas, esse tipo de conta pode ser especialmente útil para se acostumar com a grande volatilidade de ativos como o Bitcoin, que é a criptomoeda mais proeminente e, por consequência, uma das mais voláteis.

Escolha Seus Ativos e Instrumentos Financeiros

O próximo passo importante é escolher um ativo de trading e um instrumento financeiro. Hoje em dia, os traders têm acesso a uma grande variedade de contratos e derivativos, incluindo opções digitais, CFDs de Forex, ações, criptomoedas e muito mais. Antes de escolher o ativo certo, você deve aprender mais sobre seus princípios básicos e descobrir os fatores que o afetam. Por exemplo, citando novamente o Bitcoin, se você optar por negociar essa criptomoeda, deve aprender tudo sobre ela e os fatores que podem afetar seu valor.

Analise o Ativo

Agora que você tem um, ou alguns ativos em mente, pode observar o gráfico e dar uma olhada nos dados macroeconômicos. Use uma estratégia para encontrar pontos de entrada e colocar os stop losses ou take profits, caso esteja operando Forex ou ações. Os que optarem pelas opções digitais, também devem definir o prazo de expiração. E aqueles que optarem pelas criptomoedas, devem ter atenção dobrada com a volatilidade.

Faça um Trade

Finalmente, você está pronto para fazer seu primeiro trade nos mercados financeiros. O último passo que você precisa seguir é definir o valor que irá investir. Tenha em mente que, de acordo com as regras do gerenciamento de capital, é recomendado não arriscar mais do que 1% a 5% do seu saldo.

Criando um Diário de Trading

Um guia de como operar nos mercados financeiros não estaria completo se não mencionasse os diários de trading e como utilizá-los. Eles são basicamente diários que a maioria dos traders usam para registrar e avaliar seus desempenhos ao longo do tempo. Esse tipo de diário é muito importante quando você está em busca de oportunidades para melhorar suas técnicas de trading. Logo a seguir, está uma lista com as principais vantagens de usar um diário de trading, ou de adicioná-lo à sua rotina, caso você ainda não tenha:

  • Ele permite que você colete mais informações sobre seu processo de trading para que consiga identificar pontos fortes e fracos;
  • Os diários de trading são uma ferramenta excelente para ajudar os traders a gerenciarem melhor seu dinheiro;
  • Com esse diário, você pode montar a melhor estratégia após analisar seu desempenho no trading.

Tenha em mente que criar esse tipo de diário não terá utilidade nenhuma se você não registrar só informações valiosas, que podem incluir:

  • Motivos para negociar;
  • Convicção;
  • Sinais de trading que você usa;
  • Ativos e instrumentos financeiros que você compra ou vende, como pares de moeda Forex, ações, Bitcoin, etc.

Além disso, você também pode registrar seus resultados de trading e até alguns pontos relevantes após ter trabalhado seus erros.

Fazer Trading ou Investir?

Embora a linha entre essas duas coisas tenha se tornado bem tênue ultimamente, a diferença entre fazer trading e investir ainda existe. Trading é quando você não possui um ativo. Você simplesmente compra um tipo de contrato para ele. A ideia do trading é tentar encontrar qual ativo está mais barato e então comprá-lo visando uma futura venda quando o preço dele subir. Um exemplo seria comprar um CFD de criptomoeda quando ela estiver em baixa e vender na hora em que ela ficar mais cara.

Ao contrário do trading, o principal objetivo de investir é possuir um ativo pelo máximo de tempo possível. A ideia é coletar os dividendos que são pagos pelas empresas para seus acionistas, algo que não seria possível na negociação de uma criptomoeda, por exemplo. Mesmo com isso em mente, os investidores também tendem a ganhar com a diferença nos preços. Eles podem comprar ações mais baratas e depois vendê-las quando o preço atingir a meta desejada.

Um Exemplo de Trading com Opções Digitais

As opções digitais são consideradas o instrumento financeiro mais simples para os traders. Elas oferecem riscos limitados e não requerem que os traders planejem stop losses e take profits. Esse é um exemplo de como comprar um contrato de prazo fixo:

Vamos dizer que um trader quer comprar um contrato Mais Alto para o EUR/USD com 1,1065 como preço de exercício. Ele então escolhe uma expiração de 5 minutos. O trader decide investir US$ 10 neste contrato com 90% de possíveis retornos. Vamos imaginar que as previsões desse trader estavam certas e o preço subiu. Nesse caso, ele ou ela ganharia US$ 9 e receberia seus US$ 10 investidos de volta. 

Um Exemplo de Trading no Mercado Forex

Um exemplo de compra de EUR/USD através de um CFD de Forex
Um exemplo de compra de EUR/USD através de um CFD de Forex

Vamos dizer que o preço do EUR/USD está em 1,0900. Um trader acredita que é provável que o par de moedas irá se valorizar. Ele ou ela então decide comprar o EUR/USD por um determinado preço arriscando US$ 10 (com 0,1 lote, que é igual a US$ 1 por pip). O preço sobe e alcança os 1,0920. O trader então decide fechar sua posição. Com isso, ele ou ela ganha US$ 20 e recebe seus US$ 10 de volta.

Comprando uma Ação: Um Exemplo Comum

Vamos dizer que você comprou uma ação da Apple por US$ 195 esperando que o preço suba com o passar do tempo. Então, em uma semana, as cotações da AAPL sobem e alcançam os US$ 200. Você decide fechar sua posição e colocar US$ 5 de lucro no bolso. Tenha em mente que você pode usar a alavancagem para comprar uma maior quantidade como, por exemplo, 10 ações. Nesse caso, o eventual lucro será multiplicado por esse valor.

Como Negociar CFDs de Criptomoedas: Um Exemplo Básico

Vamos dizer que você fez sua pesquisa e chegou a conclusão de que o par BTC/USD (Bitcoin/Dólar Americano), que está em 29.000, vai se desvalorizar. Você então decide vender o CFD desse par de criptomoedas (usando uma alavancagem com 0,1 lote, onde 1 pip equivale a US$ 1). Depois disso, o preço vai caindo com o passar do tempo e atinge os 28.940. Nesse caso, seu lucro com essa negociação de Bitcoin contra dólar seria de US$ 60. 

No Que Prestar Atenção ao Operar nos Mercados Financeiros

Cada ativo possui seus próprios recursos e dados que podem criar volatilidade. Essa é uma lista com os instrumentos financeiros mais populares e os fatores que os influenciam:

  • Forex. Os pares de moedas são influenciados principalmente pelas decisões dos bancos centrais. Outros fatores importantes podem incluir os dados da inflação, do mercado de trabalho, da balança comercial, do PIB, etc.;
  • Ações. Além dos dados macroeconômicos, as ações são influenciadas pelos dados das próprias empresas. Os mais importantes deles são os dados relacionados aos lucros;
  • Criptomoedas. Quando se trata de dados econômicos, cada criptomoeda se correlaciona com outros ativos. No entanto, existe uma grande camada de dados que influenciam os preços das criptomoedas, incluindo notícias sobre a tecnologia blockchain em geral, adoção e regulamentação de criptomoedas específicas (como o Bitcoin), eventos e atualizações do blockchain, etc.

Como Operar nos Mercados Financeiros: Dicas e Truques

Fazer trading não é tão simples. Há uma grande quantidade de fatores que devem ser considerados antes de você conseguir fazer dinheiro de forma consistente. Essas são algumas recomendações de especialistas que podem te ajudar a equilibrar o jogo:

  • Sempre tenha um plano de trading. Além de uma estratégia que defina pontos de entrada, os traders precisam ter um plano que inclua vários aspectos, como entradas, saídas (para traders de ações e Forex), gerenciamento de capital e outros fatores principais;
  • Nunca pare de aprender. Mesmo que você tenha uma estratégia de trading que funciona, nunca pare de aprender, pois você pode melhorá-la ainda mais no futuro ou até mudar para uma estratégia mais rentável;
  • Trate o trading como um negócio. Se você quer viver de trading, deve tratá-lo como o seu negócio pessoal e se comprometer de verdade;
  • Use tecnologias. Aonde quer que vá, você sempre pode entrar no mercado usando um dispositivo móvel para fazer projeções sobre flutuações de preço e até negociar;
  • Arrisque apenas o que pode perder. Não invista mais do que aquilo que pode perder, pois isso pode impactar negativamente os seus resultados no trading. Traders que arriscam mais dinheiro frequentemente ficam com medo de perdê-lo e, como resultado, acabam deixando passar ótimas oportunidades ou simplesmente ficam com medo de abrir trades;
  • Nunca perca a confiança. O psicológico é uma parte muito importante do trading. Portanto, você sempre deve ter confiança nas coisas que faz. Todas as suas falhas nos mercados financeiros devem ser encaradas como experiência e não perdas pessoais;
  • Use stop losses (no mercado de ações e Forex). É sempre uma boa ideia proteger suas posições de riscos mais altos. Assim que você colocar um stop loss, terá certeza de que sua posição será fechada em um determinado nível caso suas previsões estejam erradas. Além disso, você não deve ficar movendo os stop losses na tentativa de salvar o que não é mais seu. Assim que uma ordem de stop loss for acionada, você encontrará outra oportunidade de trading.

Considerações Finais

Agora que você sabe como operar nos mercados financeiros, pode começar agora mesmo. Tenha em mente que esse caminho é cheio de altos e baixos e você deve aprender a superar os obstáculos para ter sucesso. Lembre-se de que nem todos os seus trades serão rentáveis, mas seu principal objetivo deve ser aumentar seu saldo ao longo do tempo.

Uma das chaves do sucesso é aplicar uma abordagem sistemática ao trading. Você pode começar um diário de trading, usar um plano bem desenvolvido e ficar de olho no seu saldo para transformar o trading na carreira dos seus sonhos.

Perguntas Frequentes

Explore os melhores mercados para operar e descubra se é difícil fazer trading nos mercados financeiros
Explore os melhores mercados para operar e descubra se é difícil fazer trading nos mercados financeiros

Qual é o Melhor Mercado Financeiro para Operar?

Não existe nenhum mercado financeiro que possa ser considerado o melhor, pois todos eles oferecem algumas vantagens aos traders. O Forex, por exemplo, permite que você opere 24 horas por dia, 5 dias por semana. Já o mercado de ações só fica disponível durante certos pregões. Quando se trata de instrumentos financeiros, as opções digitais são consideradas a melhor opção para iniciantes, por conta de sua simplicidade. Porém, você também pode considerar operar Forex, ações, Bitcoin, etc., pois eles te permitem continuar aumentando seus lucros, em vez de acabar com um movimento positivo no momento em que o contrato expira.

O Trading Financeiro é Difícil?

Sim, ele é. Para transformar isso na carreira dos seus sonhos, você terá que aprender bastante sobre os mercados financeiros e seus instrumentos, tipos de análise e vários outros aspectos. Levará tempo para entender como o trading funciona e também como usar todo o potencial das estratégias para aumentar suas chances de ganhar dinheiro.

O Quão Rápido dá para Aprender a Fazer Trading?

Isso vai depender do quão rápido você consegue aprender tudo que precisa para começar a investir. Se você está pronto para dedicar seu tempo a explorar o mundo do trading e seus recursos, e também possui tempo suficiente para praticar, então conseguirá alcançar seu objetivo bem rápido. Alguns traders conseguem fazer suas primeiras negociações em apenas uma semana, com uma estratégia bem simples em mãos.

Social
Recommended
After subscribe