10 jan, 2024

Introdução à Análise Fundamentalista

Conceitos básicos de análise fundamentalista: como ler fundamentos e aplicá-los no trading
Conceitos básicos de análise fundamentalista: como ler fundamentos e aplicá-los no trading

Por definição, a análise fundamentalista, ou fundamental analysis, é uma maneira de prever os preços futuros do mercado estudando vários indicadores macroeconômicos e as atividades dos bancos centrais. Ela ajuda a revelar tendências e movimentos de preço sem usar ferramentas técnicas, como indicadores e padrões de preço. É preciso mencionar que a análise fundamentalista é muito mais complexa do que a análise técnica. De fato, esse é um dos principais motivos para os traders preferirem essa última, pois ela não requer nenhum conhecimento de economia.

A principal ideia da análise fundamentalista é prever o comportamento dos participantes do mercado com base em suas percepções dos preços atuais e do ambiente macroeconômico ou financeiro. Sendo assim, antes mesmo de descrever esses indicadores e eventos que podem impactar as flutuações de preço, vamos dar uma olhada nos fundamentos básicos da oferta e demanda.

Conceito de Oferta e Demanda

Moedas Forex, ações, commodities, criptomoedas e quaisquer outros mercados são movidos pela oferta e demanda. A relação entre essas duas coisas influencia os preços do mercado. Quando a demanda aumenta, o preço dos produtos cresce, e quando a oferta está maior que a demanda, o preço dos produtos cai. Para entender melhor esse conceito, vamos ver um exemplo simples.

Imagine que esse foi um ótimo ano para quem cultiva maçãs. Os estoques estão cheios dessa fruta, mas os compradores não estão dispostos a adquirir mais do que precisam. Nessa situação específica, os vendedores terão que reduzir os preços para estimular os compradores. Esse é um ótimo exemplo de situação onde a oferta está maior do que a demanda.

Por outro lado, vamos imaginar que esse foi um péssimo ano para quem cultiva maçãs e há um déficit dessa fruta no mercado. Para atender suas necessidades, os compradores vão esvaziar os estoques rapidamente se o preço permanecer no mesmo nível. Assim, quando os vendedores verem a demanda crescer junto com a oferta limitada, eles com certeza vão aumentar os preços.

Quando se trata de Forex e outros mercados financeiros, a situação funciona quase da mesma maneira. Se a demanda por uma determinada moeda está crescendo, e a oferta continua a mesma ou diminui, o preço dessa moeda provavelmente irá aumentar. Já quando a oferta está crescendo (após um banco central decidir cortar as taxas ou aplicar a política de QE) e supera a demanda, o preço da moeda cai.

Ao compreender os fundamentos básicos desse conceito de oferta e demanda, será mais fácil para você entender como os traders o utilizam em suas atividades. Seu principal objetivo no trading é entender quando a demanda vai prevalecer ou, do contrário, quando a oferta vai superar a demanda. A análise fundamentalista oferece várias ferramentas que você pode usar para ver essas tendências e prever as flutuações de preço no longo prazo.

Ferramentas da Análise Fundamentalista

Principais fundamentos: decisões dos bancos centrais, mercado de trabalho, IPC, PIB, etc.
Principais fundamentos: decisões dos bancos centrais, mercado de trabalho, IPC, PIB, etc.

Se você já leu sobre a análise técnica, ou technical analysis, sabe que existem os chamados indicadores que ajudam os traders a acompanhar tendências e até prever reversões. Quando se trata da análise fundamentalista, você também pode contar com alguns indicadores que permitem colocar as coisas em perspectiva e entender onde o equilíbrio entre a oferta e a demanda pode mudar.

Esses são os principais indicadores:

  • Decisões dos Bancos Centrais. Esse é um dos indicadores mais importantes que você deve acompanhar, pois os bancos centrais são responsáveis pela política monetária e, portanto, podem aumentar ou diminuir a liquidez nos mercados. Quando eles decidem aumentar as taxas, isso significa que eles querem diminuir a liquidez, algo que provavelmente fará a demanda ficar maior do que a oferta. Por outro lado, quando os bancos centrais cortam as taxas, isso traz liquidez para o mercado e, dessa maneira, o preço da moeda provavelmente cairá.
  • Produto Interno Bruto ou PIB. Esse é outro indicador muito importante que influencia a maioria das moedas. Ele mostra como foi o desempenho de uma determinada economia durante um certo período. Porém, o PIB é um indicador atrasado, o que significa que os participantes do mercado já estão cientes da perspectiva de crescimento atual dele.
  • Índice de Preços ao Consumidor ou IPC. Esse indicador é calculado pela média das variações de preço ao longo do tempo de uma cesta de bens de consumo. O IPC mostra a inflação ao consumidor, algo muito importante porque os bancos centrais definem suas metas de inflação e ajustam suas políticas monetárias com base nela. Se a inflação estiver acima da meta, os bancos centrais podem aumentar as taxas para diminuí-la. Já quando a inflação está abaixo da meta, eles podem cortar taxas para estimular o consumo.
  • Índice de Preços ao Produtor ou IPP. O outro lado da inflação é o índice de preços ao produtor. Ele pode ser usado por economistas e traders para prever a inflação ao consumidor. Se o crescimento do IPP acelerar, você pode esperar a mesma coisa do IPC no futuro. Por outro lado, quando o IPP desacelera, você pode esperar uma desaceleração do IPC também.
  • Índice dos Gerentes de Compras do Institute of Supply Management (PMI do ISM). Esse índice consiste em pesquisas realizadas com 400 gerentes de compras do setor de manufatura que abordam os campos mais importantes, incluindo estoques, emprego, velocidade de entrega, nível de produção e novos pedidos dos clientes. Esse é um índice muito importante que reflete o estado atual da economia e é divulgado com antecedência.
  • Dados do Mercado de Trabalho. A taxa de desemprego e as folhas de pagamento não-agrícolas refletem a situação do mercado de trabalho. Esses indicadores ilustram o quão saudável a economia está. Eles são muito importantes e podem causar grandes flutuações no mercado, principalmente se os resultados finais forem diferentes das previsões. As Folhas de Pagamento Não-Agrícolas são o principal indicador do mercado de trabalho dos EUA. Ele representa o número de postos de trabalho criados, excluindo os trabalhadores agrícolas e do governo.

Análise Fundamentalista vs Trading com Notícias: Qual é a Diferença Entre Eles?

A análise fundamentalista e o trading com notícias são conceitos totalmente diferentes. Embora as notícias sejam parte integrante da análise fundamentalista, você precisa fazer muito mais do que simplesmente adivinhar se a leitura final de um determinado indicador macroeconômico está acima ou abaixo das previsões. 

A fundamental analysis é, acima de tudo, uma análise. A ideia principal aqui é prever o comportamento dos participantes do mercado usando os indicadores macroeconômicos como ferramentas. E a coisa mais importante da análise fundamentalista no Forex é prever como os bancos centrais irão reagir a outros dados muito importantes. Essa é a chave do sucesso.

A análise fundamentalista difere do trading com notícias em seu conceito básico e intervalos de tempo. Enquanto o trading com notícias é limitado por algumas horas, a análise fundamentalista te permite encontrar tendências de médio e longo prazo que podem se desenvolver por meses, ou até anos. Portanto, esse tipo de previsão de mercado é relevante apenas para os traders de Forex.

Quando se trata do trading com notícias, você não precisa analisar todas essas tendências de longo prazo. Nesse caso, a única coisa que importa é a divergência entre as leituras anteriores, previstas e atuais de um determinado indicador.

A estratégia básica do trading com notícias é comprar contratos digitais ou comprar/vender pares de moedas Forex dependendo dos resultados de uma determinada divulgação de dados. Se você ver que os dados estão melhores do que o previsto, é provável que a moeda suba. Por outro lado, se eles estiverem piores do que o previsto, é provável que a moeda caia.

Decisões dos Bancos Centrais: Como Elas Afetam as Moedas Forex

Primeiro de tudo, você precisa saber que existem dois tipos principais de políticas monetárias. A política expansionista ocorre quando as autoridades monetárias decidem estimular a economia. Durante os períodos em que esse tipo de política é aplicada, os bancos centrais mantêm as taxas de juros baixas e, às vezes, lançam o chamado quantitative easing, que aumenta a oferta de capital na economia.

Como você deve ter adivinhado, quando a oferta de capital aumenta, ela supera a demanda na maioria dos casos e diminui o preço da moeda. Um bom exemplo de aplicação de uma política expansionista foi durante o uso de medidas anti-COVID nos EUA, Europa, Austrália e em outros países e regiões. As taxas ficaram bem perto de zero ou até negativas, o que estimulou a demanda por bens e serviços mesmo durante o período da COVID.

Hoje em dia, grande parte das economias que usam essa abordagem “dovish” expansionista com taxas perto de zero, sofrem de inflação excessiva. Por outro lado, a maioria das economias sofrem com recessões, algo que não permite que elas aumentem as taxas de maneira significativa. Esse dilema traz incerteza para as políticas monetárias da maioria dos países.

Quando se trata do mercado de ações, a política expansionista cria ofertas adicionais para vários ativos. Isso acontece porque os empréstimos ficam mais baratos, e os bancos comerciais e fundos de investimento ficam com mais dinheiro em caixa para comprar ações.

Por sua vez, uma política “hawkish” contracionista, mantém taxas de juros mais altas, cortando a oferta de capital. Ela é usada pelos bancos centrais para desacelerar a inflação, e um de seus efeitos colaterais são as possíveis recessões.

Análise Fundamentalista: Como Funciona

Agora chegou o momento de ver como a fundamental analysis funciona. Assim como mencionamos anteriormente, tudo gira em torno das decisões dos bancos centrais em relação à política monetária. Sendo assim, o principal objetivo de um trader ao realizar uma análise fundamentalista é prever como um determinado evento pode impactar a opinião dos bancos centrais em relação às futuras mudanças na política monetária.

Primeiro, você deve olhar as taxas e políticas monetárias atuais. Se, por exemplo, as taxas estão baixas e há um quantitative easing em andamento, normalmente essa política faz a moeda ficar em baixa. Além disso, você deve procurar saber mais sobre as condições que levaram os bancos centrais a tomarem essas decisões. Por exemplo, isso pode ter acontecido por causa da inflação, que está abaixo da meta, ou de uma recessão.

Quando você realizar essa análise primária da situação atual, pode prosseguir acompanhando as notícias e encontrando tendências macroeconômicas que te ajudarão a entender as futuras decisões dos bancos centrais e, dessa maneira, os movimentos de preço.

Assim que a situação começar a mudar para melhor, a tendência de baixa pode parar e os sinais de reversão podem aparecer nos gráficos. Por exemplo, se a inflação começar a crescer e alcançar o nível desejado, ou até superá-lo, você pode esperar que os bancos centrais ajam de maneira mais “hawkish” durante a próxima reunião, ou até por um longo período.

No geral, se você espera que um banco central aja de maneira “hawkish”, isso significa que provavelmente a moeda irá crescer no médio e até longo prazo. Agora, se você acha que o banco central será mais “dovish”, pode esperar que a moeda cairá ao longo do tempo.

Análise Fundamentalista e as Expectativas do Mercado

Os movimentos de preço podem ser causados não apenas pelos dados, mas também pelas próprias expectativas do mercado. Os traders e investidores estão sempre comprando ou vendendo ativos antes de qualquer anúncio importante ou divulgação de dados. Quanto aos eventos em si, eles podem ser reuniões dos bancos centrais, dados do IPC, estatísticas do mercado de trabalho, etc.

Os preços podem variar em centenas de pips por conta das expectativas anteriores aos eventos. Isso acontece porque muitos traders e investidores ficam se preparando para a divulgação de um dado muito importante ou para os comentários de representantes oficiais. Se os dados atenderem às expectativas, ou se os comentários dos representantes oficiais forem de encontro com aquilo que o mercado espera, então pode não ocorrer nenhuma reação durante a divulgação do dado em si.

Entretanto, se o resultado não conseguir atingir as expectativas, outro grande movimento de preço pode ocorrer. Nesse momento, você terá outra ótima oportunidade para ganhar dinheiro.

É preciso mencionar que os grandes players do mercado não esperam os dados serem divulgados para tomar suas decisões. Eles tendem a comprar ou vender ativos antes disso. Suas decisões se baseiam no chamado “sistema de consenso”, que é um tipo de previsão feita antes da principal divulgação de dados. Por exemplo, você pode encontrar duas informações na maioria dos calendários macroeconômicos que possuem leituras e projeções anteriores. Muitos market makers e players de peso tendem a tirar o máximo do mercado quando veem essa projeção consensual.

Tudo isso que comentamos anteriormente é um dos motivos para você evitar o trading baseado em notícias. Mesmo que essa estratégia seja popular entre os traders, ela possui várias desvantagens, e uma delas é que as expectativas podem gerar muito mais agitação no mercado do que a principal divulgação de dados em si. Portanto, você pode abrir um trade na véspera de uma divulgação de dados e esperar movimentos de preço significativos, mas assim que os dados se tornarem públicos, pode ser que nada extraordinário aconteça. Isso pode acontecer por conta do fato de que um determinado indicador macroeconômico ou o comentário de um representante oficial foi antecipado pelo mercado. 

O Que Devo Saber Sobre a Análise Fundamentalista?

Diferentemente da análise técnica, que é a maneira mais rápida e fácil para os traders começarem a fazer trading, a fundamental analysis requer muito conhecimento. O livro que você deve ler do começo ao fim é o de Economia, que possui inúmeras versões hoje em dia. Além desse livro, existem vários outros que valem a pena ser consultados.

A principal coisa que você deve aprender com todos esses livros é como a economia funciona, e como a oferta e demanda impactam as flutuações de preço.

Exemplo de Uso da Análise Fundamentalista

Um exemplo de uso da análise fundamentalista: uma tendência maior que foi causada pela falência de alguns bancos dos EUA
Um exemplo de uso da análise fundamentalista: uma tendência maior que foi causada pela falência de alguns bancos dos EUA

O gráfico acima mostra uma tendência de alta no par GBP/USD que começou em março de 2023. A tendência de alta foi provocada por vários fatores, como a falência de vários bancos dos EUA, assim como a desaceleração no crescimento da economia americana. 

Os investidores e traders consideraram isso como uma possibilidade para o FOMC parar de aumentar as taxas e até mesmo cortá-las num futuro próximo. Dessa maneira, o dólar americano estava sob pressão, enquanto o GBP ganhou algum suporte. Além disso, o Banco da Inglaterra estava com uma estratégia restritiva, o que também afetou o par de moedas.

Principais Diferenças Entre a Análise Fundamentalista e Técnica

Existem dois tipos principais de análise que você pode usar para prever as direções dos movimentos de preço. Os métodos fundamentalista e técnico são ambos muito úteis. Essas são as diferenças entre eles:

  • A análise fundamentalista visa encontrar tendências globais e flutuações de preço de longo prazo, enquanto que, com a análise técnica, você pode prever até os movimentos de preço mais curtos. A análise fundamentalista é inútil para os traders de curto prazo, pois não dá para ver esses movimentos globais em tempos gráficos menores. Portanto, a análise técnica pode ser usada por traders de todas as categorias (você pode aplicar essa metodologia até mesmo ao trading de longo prazo), enquanto a análise fundamentalista só pode ser usada para identificar tendências de médio e longo prazo;
  • A análise fundamentalista leva eventos macroeconômicos e tendências financeiras em consideração para revelar os principais movimentos de preço, enquanto a análise técnica avalia esses movimentos através de várias ferramentas que utilizam cálculos ou podem ser desenhadas nos gráficos. Sendo assim, a análise técnica é mais ilustrativa, pois você pode ver os resultados desses cálculos no gráfico em formato de linhas, curvas, formas, etc. Já a análise fundamentalista não é nada ilustrativa;
  • A fundamental analysis considera os dados anteriores e atuais de uma ação, enquanto a análise técnica só consegue fornecer dados anteriores;
  • A análise fundamentalista pode te ajudar a entender se um determinado ativo está supervalorizado ou, do contrário, subvalorizado pelos mercados. Entretanto, isso não significa que você terá um sinal claro de quando comprar ou vender. Às vezes, os traders que utilizam a análise fundamentalista não precisam de nenhum ponto de entrada, pois eles seguem um movimento de preço atual e esperam que alguns fundamentos indiquem uma reversão. Quando se trata da análise técnica, você terá pontos de entrada claros que dirão quando comprar ou vender um determinado ativo.

Prós e Contras da Análise Fundamentalista

Essas são algumas das principais vantagens de usar a análise fundamentalista:

  • Essa metodologia se baseia em dados do mercado e em comentários dos representantes oficiais, o que a torna uma ferramenta muito valiosa. Ao utilizar a análise fundamentalista, você conseguirá entender os motivos pelos quais o preço está seguindo uma determinada direção. Dessa maneira, você terá uma visão melhor do próprio cerne do mercado.
  • A análise fundamentalista permite que você identifique tendências de preço de longo prazo, o que fornece um panorama geral do que está acontecendo nos mercados;
  • Ao utilizar a análise fundamentalista, você pode contar com enormes conjuntos de dados que permitirão que você confirme suas suposições em relação a um determinado ativo e suas projeções de preço.

Mesmo com essas ótimas vantagens, a análise fundamentalista também possui grandes desvantagens:

  • O primeiro e principal ponto fraco desse método de análise é que ele requer muito conhecimento. Você não pode simplesmente dar uma olhada nos dados e tirar suas conclusões. É preciso entender como uma determinada divulgação de dados pode afetar o ativo. Sem ter essa imagem clara de todas as conexões entre os vários indicadores macroeconômicos ou soluções dos banco centrais, você não conseguirá fazer nada com a análise fundamentalista;
  • Esse método requer muito tempo. Você passará horas e dias analisando todos os dados disponíveis para identificar para onde o preço pode ir no futuro;
  • A análise fundamentalista não é ilustrativa, o que dificulta para os traders identificarem tendências principais e tirarem suas conclusões.

Análise Fundamentalista ou Técnica: Qual é a Melhor?

Análise fundamentalista ou técnica: qual escolher?
Análise fundamentalista ou técnica: qual escolher?

As análises fundamentalista e técnica são ambas muito úteis no trading. Portanto, em vez de pensar em qual das duas é melhor, os traders podem combiná-las de diferentes maneiras:

  • As análises fundamentalista e técnica podem ser usadas em conjunto para prever tendências principais. Depois de analisar os dados macroeconômicos, você pode dar uma olhada nos gráficos para encontrar sinais da análise técnica. Se as informações confluírem, então você pode ter mais certeza em relação às suas decisões futuras; 
  • Os traders podem criar uma lista de ativos que irão negociar usando a análise fundamentalista. Por exemplo, você pode selecionar os ativos que serão afetados pelas próximas divulgações de dados do mercado. Depois disso, você pode dar uma olhada nos gráficos e usar a análise técnica para fazer mais pesquisas;
  • Combinar as análises fundamentalista e técnica também pode ser útil para encontrar pontos de saída. Se os fundamentos forem positivos para uma determinada moeda, mas os indicadores técnicos ou outros sistemas mostrarem sinais de reversão, então você poderá manter sua posição atual como uma correção técnica, se possível, em vez de uma reversão completa;
  • Usar a análise fundamentalista pode ser útil para os traders que querem comprar ou vender durante os rompimentos e identificar tendências principais de médio prazo.

Conclusão

A análise fundamentalista é amplamente utilizada por traders e investidores para prever tendências principais de ações, moedas, commodities, índices e até criptomoedas. Ao aplicar esse método, você estará tentando entender se os fundamentos atuais estão alinhados com a direção dos principais movimentos de preço.

Ao realizar uma análise fundamentalista, os traders utilizam vários conjuntos de dados que permitem que eles façam suposições em relação às futuras taxas de juros ou avaliem o valor intrínseco das ações, quando se trata de investimentos.

Antes de começar a usar a análise fundamentalista na sua rotina de trading, você deve aprender muito mais sobre a interconexão entre os vários dados e decisões dos bancos centrais.

Pergunta Frequentes

Explore os principais fundamentos e como dominar esse tipo de análise
Explore os principais fundamentos e como dominar esse tipo de análise

Qual é o Principal Indicador da Análise Fundamentalista?

O principal indicador da análise fundamentalista é a taxa de juros. Essa taxa define o quão barato ou caro o crédito será. Quando a taxa de juros aumenta, a moeda fica mais cara. Já em períodos de taxas de juros baixas, o preço da moeda despenca. Quando se trata de ações, além da análise macroeconômica geral, você deve ir mais à fundo e fazer alguns cálculos para identificar o valor intrínseco de uma determinada ação.

Como Dominar a Análise Fundamentalista?

Para conseguir aplicar a análise fundamentalista no trading, você deve entender como os eventos econômicos, financeiros e políticos impactam um determinado ativo. Sendo assim, você deve ser muito bom em macroeconomia e política para fazer as projeções. Além disso, você também deve estudar a interconexão entre os vários conjuntos de dados macroeconômicos e as possíveis decisões dos bancos centrais.

A Análise Fundamentalista é Útil para os Traders de Forex?

Sim, ela é. Esse tipo de análise de mercado permite que os traders revelem as principais tendências fundamentais ao analisar os dados macroeconômicos. Embora não seja necessário utilizar fundamentos em sua rotina de trading, os traders que combinam as análises técnica e fundamentalista são considerados mais bem-sucedidos.

Qual é a Principal Diferença Entre a Análise Fundamentalista e Técnica?

A análise fundamentalista estuda a influência dos dados macroeconômicos e da política nos preços dos ativos. Já a análise técnica ajuda a identificar tendências utilizando cálculos e desenhos que são aplicados aos gráficos.

Social
Recommended
After subscribe